Olinda divulga balanço do Carnaval 2018 - RecifeOlinda.com

RECIFEOLINDAONLINE@GMAIL.COM

Estamos lançando uma sessão com a programação dos teatros.

CONFIRA AS NOTÍCIAS

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Olinda divulga balanço do Carnaval 2018

Clima de paz e atrações multiculturais marcaram o reinado da folia em 2018
De forma inédita, gestão municipal não utilizou nenhum centavo do cofre municipal, adotando patrocínios

 (Foto: Alice Mafra/ Prefeitura de Olinda)

O
linda repetiu a dose com uma proporção ainda maior, realizando o melhor Carnaval da sua história. A estimativa é de que 3,2 milhões de pessoas circularam pela Marim dos Caetés. Com 12 polos descentralizados, valorização dos artistas da terra e a priorização da segurança para os foliões, a cidade viveu uma verdadeira festa na Terra de Gigantes. Pela primeira vez, o município não utilizou nenhum centavo do cofre municipal, cobrindo todo o investimento – da ordem de mais de R$ 8,4 milhões – por meio de patrocínio. A responsabilidade na gestão dos recursos foi a palavra de ordem nessa gestão, sem alterar orçamentos para áreas consideradas vitais durante todo o ano, a exemplo da saúde, infraestrutura e educação.

Foram mais de 300 atrações e um quantitativo de 1,5 mil blocos desfilando pelas ruas, sempre enaltecendo a cultura e as nossas tradições. O clima de paz se fez presente, sem o registro de mortes ou qualquer ocorrência de maior porte. Os esquemas especiais de saúde, turismo, serviços públicos, trânsito, controle urbano e assistência social trouxeram resultados positivos, garantindo tranquilidade e bem estar para a população.

Com início desde o primeiro raiar do mês de janeiro, a brincadeira teve o ponto de partida oficial na quinta-feira (8), no polo Tito Lívio, localizado na Praça do Carmo, e se estendeu até a quarta-feira de Cinzas (14), no polo Chico Science, em Rio Doce. Durante todos os dias, o prefeito Professor Lupércio, junto a um vasto time de profissionais, monitorou cada parte da cidade, mostrando que o trabalho e a maior manifestação cultural podem andar lado a lado. Foram espetáculos de cores, ritmos e muita alegria, feitos pelo povo e que vão deixar saudades.


SEGURANÇA URBANA

·      A Guarda Municipal de Olinda contou com apoio de 60 guardas em cada um dos dias de festas
·      Nos quatro dias de Carnaval, foram perdidos 1.451 itens, entre documentos como RG, CPF, carteira de habilitação além de cartão de crédito, cartão VEM, dinheiro, bolsas, chaves de carro e celulares. Em 2017 o número foi superior chegando a 2.625 objetos abandonados
·      O serviço de Perdidos e Achados está funcionando na Secretaria de Segurança Urbana, localizada na Rua Santos Dumont, 177, Varadouro. O cidadão pode entrar em contato, antecipadamente, para saber a localização do seu pertence. O atendimento funciona por meio do telefone: 3429-2947 ou 3429-9768. O serviço atendeu durante o período carnavalesco em regime de plantão 24h e, a partir desta quinta-feira (15.02), segue de 8h às 17h. Após o prazo de 30 dias, os materiais recolhidos serão destinados a Central dos Correios e o folião deverá se dirigir até lá para recupera-los.
·      Durante os dias de Carnaval, foram registrados apenas 26 Boletins de Ocorrência (BO’s), na Delegacia Interativa montada na Secretaria de Segurança Urbana. A Guarda Municipal atuou na festa do momo com apoio direto com secretaria de Controle Urbano, Vigilância Sanitária, Conselho Tutelar e Ciatur
·      A Base móvel de videomonitoramento funcionou na Praça Monsenhor Fabrício, em frente da Prefeitura de Olinda. Já durante a festa de encerramento do Carnaval, na quarta-feira (14), o aparato foi deslocado para o polo Chico Science, na Vila Olímpica, em Rio Doce, garantindo a tranquilidade dos foliões.

SAÚDE

·      O esquema especial de saúde realizou 1,388 atendimentos de clinica médica e mais 250 de pediatria. A rede montada contou com a Policlinica Barros Barreto, no Carmo, Hospital do Tricentenário, no Bairro Novo e, ainda, na unidade montada na própria Secretaria de Saúde, na Rua 15 de Novembro, no Varadouro. 
·      Ao todo, foram executados 122 procedimentos, distribuídos entre suturas, curativos e remoções.
·      A conscientização quanto as doenças sexualmente transmissíveis foi reforçada no Carnaval. Foram distribuídos mais de 446 mil unidades de preservativos (masculinos e femininos).
·      Foram realizados 1.150 testes rápidos, divididos entre sífilis e HIV
·      As equipes de vigilância sanitária realizaram 1.483 inspeções, perfazendo 717 pontos de comércio informal (barracas e tabuleiros) e também 766 barreiras sanitárias.
·      As equipes realizaram 229 notificações e 4 autuações. Além disso, 331 ocorrências de inutilização de produtos/materiais.
·      O esquema especial promoveu, ainda, 1,483 ações educativas, nos diversos pontos da folia.

SERVIÇOS PÚBLICOS

- Iluminação Pública
·      Foram instalados cerca de 150 refletores em pontos diversos como:

- Percurso do Homem da Meia Noite (45 unidades)
- Bloqueios Móveis
- Polos oficiais
- Vias do Sítio Histórico
- Polos e blocos da periferia
·      Foram implantados 10 novos postes com pétalas nas praças do Carmo (7), Dantas Barreto (2) e no Alto da Sé (1).
·      Conclusão da Requalificação no Sítio Histórico, envolvendo 60 ruas, com cercas e 600 lâmpadas trocadas de Vapor de Sódio (amarelas) para Vapor de Metal (brancas)
·      Durante o Carnaval, 9 técnicos estiveram de plantão, sendo duas equipes por dia, do sábado a quarta-feira


- Limpeza Urbana

·      O serviço de limpeza urbana atuou com limpeza e lavagem, inclusive odorizacao, deixando o Sítio Histórico em condições de receber os foliões.
·      Efetivo
- 210 Garis (190 à noite/madrugada e 20 durante o dia)
- 1000 litros de desinfetante
- 100 toneladas de lixo recolhidas por dia, em média

·      Colocação de tapumes e podas
- 2,5 mil metros de tapumes em igrejas, museus, capelas, praças e canteiros

·      Banheiros químicos
- 400 banheiros colocados com 13 depredados
- 3 caminhões de sucção
- Caminhão carroceria para instalação e retiradas
- 45 agentes operando os banheiros em 03 turnos ininterruptos
- Apoio com banheiros em 18 trocas carnavalescas
- Foram realizadas 3051 operações de limpeza em banheiros
- Foram colocados 30 mil litros de desinfetantes
- Utilização de 191 tubos de concreto, sendo bloqueados 54 pontos

·      Celpe
A companhia realizou 662 intervenções, incluindo ligações provisórias, desligamentos de gambiarras e cargas móveis, recolhimentos de cabos, entre outros. Ao todo, 223 profissionais atuaram durante a festa.


CONTROLE URBANO

·      Um efetivo de 175 agentes de controle urbano, incluindo 10 profissionais de fiscalização técnica, atuou durante o Carnaval.

·      Os pontos de bloqueio realizaram a troca de 20 mil garrafas de vidro por unidades de plástico, priorizando a segurança.

Os recolhimentos foram realizados nos seguintes locais:
- Av. Liberdade (Próximo a Focca e o Gasbar)
- Rua 27 de Janeiro
- Rua Sete de Setembro
- Rua 13 de Maio
- Praça Laura Nigro (Ribeira)
- Quatro Cantos (Na subida da Ladeira da Misericórdia)
- Quatro Cantos (Em frente ao Grêmio)
- Na subida da Ladeira da Sé (Em frente à Praça João Alfredo)
- Rua 15 de Novembro (Ao lado do Palácio dos Governadores/Prefeitura)

·      As equipes de Fiscalização Técnica executaram 14 intimações; 02 notificações judiciais e 03 autos de infração, com valores expedidos de R$ 5 mil, 20 mil e 100 mil. Entre os destaques, a interdição da casa Vulcan House, na Rua do Bonfim, que infringia a legislação.
MEIO AMBIENTE

·      Pontos de Coleta Seletiva
2 pontos funcionando 24 horas, durante todo o Carnaval

·      Material recolhido
35 toneladas de latinhas
07 toneladas de plásticos

·      Catadores
Foram cadastrados 300 catadores
O trabalho gerou uma renda entre R$ 350,00 e R$ 800,00
para cada trabalhador

·      Coleta de óleo (em parceria com a ASA)
Distribuição de 38 bombonas, para a coleta dos óleos usados nas frituras pelos comerciantes das barracas durante o carnaval.
Foram recolhidos 230 litros de óleos.

CULTURA

·      O Carnaval de Olinda em 2018 teve suas despesas de R$ 8.423 milhões, sendo o seu investimento similar ao ano de 2017, quando custou R$ 8.491 milhões.
·      O grande diferencial é que a captação de recursos na iniciativa privada atingiu a cifra de R$ 6.032 milhões, sendo R$ 1.382 milhão a mais que em 2017. Também perfazem mais R$ 2.400 milhões do Governo do Estado de Pernambuco, através da EMPETUR, sendo R$ 400 mil a mais do que o montante repassado em 2017
·      Foi registrado um aumento na captação no valor de R$ 1.782 milhão, em relação a 2017
·      Foram 12 Polos de animação, sendo 09 no Sítio Histórico e 03 nos bairros, com 280 (duzentas e oitenta) atrações artísticas se revezando nos palcos e festas
·      363 ordens de orquestras se apresentaram durante o Carnaval, puxando blocos ou desfilando como itinerantes, gerando emprego para mais de 900 músicos.
·      Durante o período de Carnaval, mais de 1.500 agremiações carnavalescas desfilaram nas ladeiras do Sítio Histórico e nos bairros da cidade. Dessas, 300 foram incentivadas com orquestras, cachês ou subvenção
·      Uma equipe de 388 (trezentos e oitenta e oito) profissionais entre seguranças de palco, serviços gerais, bombeiros civis, produtores, seguranças, roadies, diretores, locutores, assistentes, entre outros,  trabalhou nos serviços da festa
- Carnaval Plural
·      Mais uma vez, o Polo Infantil fez a alegria da criançada. A Noite Para os Tambores Silenciosos emocionou a todos. O Baile Monumental homenageou quem faz o nosso carnaval. Afoxés reverenciaram seus ancestrais no Ganga Zumba. Os Maracatus reinaram na Casa da Rabeca. Os Bonecos Gigantes tomaram as ladeiras do Sítio Histórico. As agremiações de fantasias encheram de beleza nosso carnaval. Blocos, Troças, Escolas de Samba, Batucadas, Caboclinhos, personagens anônimos lotaram as ladeiras de Olinda.

·      Pela primeira vez, o Hip Hop se fez presente no Carnaval de Olinda. Telões de Led exibiram a festa. O Calunguinha pôde fazer sua prévia infantil cheia de alegria. Peixinhos e Rio Doce tiveram noites memoráveis com uma grande celebração a Chico Science e shows da Nação Zumbi.

TRÂNSITO

·      Estacionamento legal 2.302 pessoas
·      80 agentes de trânsito
·      150 pessoas contratadas de apoio
·      250 infrações expedidas
·      11 Boletins de Ocorrências de Acidentes de Trânsito (Boat)
·      28 Denúncias
·      17 Remoções

TURISMO

·      Olinda recebeu uma estimativa de 3,2 milhões de foliões durante o Carnaval de 2018
·      Desse total, 45,27% são oriundos de Pernambuco
- 44,61% de outros estados da federação
- 10,12% vindos de estrangeiros
·      Taxa de ocupação dos hotéis
97% em 2017
96% em 2018
·      Geração de empregos
105 mil diretos e indiretos

Gastos
Ticket médio do folião: R$ 87,50
Movimentação Financeira: R$ 280 milhões

ASSISTÊNCIA SOCIAL  / DIREITOS HUMANOS

·      O Espaço de Proteção Infantil, localizado na Rua Pedro Roeser, no Carmo, recebeu 383 crianças e adolescentes, no período de 10 a 13 de fevereiro. No mesmo local, 172 menores foram recebidos para cadastramento, sendo 95 do sexo masculino e 77 do sexo feminino.
·      O ponto promoveu atividades socioeducativas, oficinas de dança e arte, brincadeiras e apresentações culturais.
·      A alimentação gratuita oferecida incluiu: lanche da manhã, almoço, lanche da tarde e jantar, além de serviço de pipoca e algodão doce
·      Ao todo, 1.646 crianças e adolescentes receberam pulseiras de identificação



·      Camarote da Acessibilidade
O Camarote da Acessibilidade, localizado na Av. Liberdade (Praça do Carmo), contou com a presença de 389 foliões, entre pessoas com deficiência e idosos, durante os quatro dias de Carnaval. Esteve disponível no local lanches, banheiro acessível, sala para troca de cateter, intérprete de libras, amplo espaço com conforto e segurança, bem como uma equipe multiprofissional qualificada, com 19 profissionais envolvidos.

Corredor de Diversidade
Foi realizada campanha educativa com abordagem aos foliões, atingindo 11 mi pessoas, onde teve por objetivo a sensibilização no combate a qualquer tipo de violência, discriminação e exclusão.


Nenhum comentário:

Postar um comentário