Pesquisa

CONFIRA AS NOTÍCIAS

Homenageados do São João do Recife 2018

by - junho 08, 2018

Foto: Divulgação/ Prefeitura do Recife

Geraldinho Lins
Nascido em Serra Talhada, Sertão de Pernambuco, Geraldo Pereira Lins Filho descobriu a música cedo. Aos 13 anos, ganhou um violão da mãe e nunca mais parou de tocar. A paixão pelo forró veio mais tarde, quando morava em Caruaru com sua família. Foi na Capital do Forró que ele conheceu o Trio Nordestino e seu tradicional forró pé de serra, aprofundando-se nas raízes dos ritmos que embalariam sua carreira dali em diante.
Ganhou a estrada e, com mais de 200 canções compostas, ganhou também fama e reconhecimento. Do xote ao baião, passando até pelo caboclinho e pelo frevo, todos os ritmos do Nordeste cabem no repertório de Geraldinho Lins. Mas é como forrozeiro que ele se reconhece. E é reconhecido em todo o Brasil e até fora dele. O músico já se apresentou França, Portugal, Alemanha e Inglaterra, além de ter cantado o Nordeste em várias partes do Brasil.
Acorda Povo da Vila das Lavadeiras
É tradicionalmente na madrugada do dia 23, mais precisamente às 4h da manhã, que o cortejo do Acorda Povo da Vila das Lavadeiras, em Areias, ganha as ruas do bairro, perpetuando uma tradição junina iniciada nos idos de 1940, sob a aguerrida e festiva liderança de Dona Dida e Seu Antônio Marques de Almeida.
Com cânticos, louvações, danças e muita fé, a celebração devotada a São João e ao orixá Xangô é hoje conduzida por Dona Nenzinha de Xangô, filha dos fundadores da festa e também do orixá festejado. Um dos mais antigos da cidade, o Acorda Povo da Vila das Lavadeiras preserva e transmite, há muitas gerações, a essência primeira do ciclo junino, grandiosa celebração nordestina, misturando sagrado e profano, fé e festa.

You May Also Like

0 comentários

Boi & Brasa

About Me