Pesquisa

CONFIRA AS NOTÍCIAS

Forró e solidariedade embalam 20º Baile dos Namorados do Recife

by - julho 23, 2018



Se a música é alimento para alma, o forró serviu de combustível para a solidariedade na noite desta sexta-feira (20), durante a 20ª edição do Baile dos Namorados do Recife. O festejo tem caráter filantrópico e a renda da bilheteria será revertida, integralmente, para duas instituições beneficentes da cidade. Este ano, o Baile arrecadou R$ 120 mil com a venda de ingressos e o valor será repartido para entidades. Anfitriões da festa, o prefeito Geraldo Julio e a primeira-dama, a médica Cristina Mello, receberam o público e curtiram o arrasta-pé. Representantes das entidades comemoraram o incentivo aos projetos e o estímulo para continuar tirando os sonhos do papel. 

“Este ano, as instituições Amor e Esperança e Pereirinha Futebol Clube estão sendo beneficiadas pelos recifenses que vieram para o Baile dos Namorados se divertir hoje. São duas instituições filantrópicas da nossa cidade, que ajudam vários jovens da nossa cidade E hoje o recifense fez esse gesto de solidariedade para ajudar os recifenses”, afirmou o prefeito. A expectativa é que a quantia arrecadada seja repassada para as entidades até o fim de agosto. 

A animação do baile ficou por conta de Falamansa, Amigos Sertanejos, Trio Mala e Cuia e Orquestra Forrobodó, do Maestro Spok. A festa tradicionalmente realizada em junho, próximo ao dia dos namorados e dentro do Ciclo Junino do Recife, precisou ser adiada em função da greve nacional dos caminhoneiros.

A enfermeira Dacira Martins veio com um grupos de amigos curtir a festa. Segundo ela, é gratificante poder contribuir com os projetos sociais. “É muito bom esse sentimento de saber que esse ingresso está ajudando crianças e adolescentes a realizarem os sonhos”, afirmou ela, que vem há 3 anos para o Baile dos Namorados. “E todo ano tem gostinho de quero mais”, acrescentou. 

Para o presidente do Pereirinha Futebol Clube, o engenheiro Elias Marques de Araújo, os desdobramentos da festa vão além da diversão. À frente de uma das instituições beneficiadas, ele explica que os recursos serão usados para montar uma sala de informática na sede do projeto."Além disso, vamos comprar material esportivo para trabalhar dentro do projeto. Esse dinheiro veio em boa hora", contou ele, que ensina aos garotos passes de futebol e cidadania. 

A escolinha de futebol existe há mais de 40 anos e, atualmente, treina cerca de 150 crianças e adolescentes de 5 a 18 anos, moradores de mais de dez comunidades diferentes da Zona Norte da cidade. 

Já o Projeto Amor e Esperança tem 15 anos de existência e atende, atualmente, 42 crianças e adolescentes de 4 a 13 anos que vivem em Brejo de Beberibe, no bairro de Nova Descoberta, com reforço escolar, atividades recreativas, dança e música. O projeto também oferece preparatório para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para jovens, além de promover oficinas de artesanato, costura e pintura para mães das crianças atendidas na instituição.

You May Also Like

0 comentários

Boi & Brasa

About Me