13 de ago. de 2018

Alegria marca abertura dos Jogos Paralímpicos do Recife

O Compaz Escritor Ariano Suassuna, no Cordeiro, iniciou a largada para as competi√ß√Ķes dos Jogos Paral√≠mpicos do Recife. N√£o faltou magia e alegria na abertura da programa√ß√£o que √© promovida pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer, com apoio das secretarias de Educa√ß√£o, de Seguran√ßa Urbana e de Desenvolvimento Social, Juventude, Pol√≠tica Sobre Drogas e Direitos Humanos.


A solenidade contou com o acendimento da tocha ol√≠mpica, juramento dos atletas, apresenta√ß√Ķes circenses, mostras culturais e m√ļsica por conta da Banda Mini Rock. S√£o, ao todo, 500 participantes inscritos, sendo 287 paratletas de associa√ß√Ķes participantes, 25 paratletas de escolas municipais e 166 alunos de escolas municipais participantes das atividades l√ļdicas.
A secret√°ria executiva de Esportes do Recife, Yane Marques, marcou presen√ßa e parabenizou os paratletas participantes. “Com essa abertura linda, somada √† energia dos atletas, conseguimos j√° prever o sucesso desta edi√ß√£o de 2018. Os resultados v√£o mostram o potencial de uma gest√£o inclusiva”.
H√° 22 anos no mundo esportivo, Silvano Lopes, de 42 anos, mostra a felicidade de participar da competi√ß√£o. “√Č muito gratificante mostrar o nosso potencial. Com a visibilidade que a Prefeitura do Recife nos oferece, n√≥s ganhamos a percep√ß√£o de uma poss√≠vel homologa√ß√£o para comit√™ paraol√≠mpico”.
“Os Jogos Paral√≠mpicos conseguem nos trazer sa√ļde, bem-estar e intera√ß√Ķes com outras hist√≥rias de supera√ß√£o. Conseguimos mostrar que temos potencial para conquistar nossos objetivos”, conta o paratleta do Grupo Centro, Andr√© Fernandes, de 48 anos.
“Fa√ßo quest√£o de sempre participar dos Jogos Paral√≠mpicos da minha cidade. Cada ano que passa pretendo evoluir cada vez mais”, conta o paratleta do Sport Club Recife, Leonardo Rodrigues, de 26 anos, que participa dos Jogos h√° dois anos consecutivos. A participante do Santos Dumont, Rosinete Sousa, de 48 anos, expressa a ansiedade para jogos. “Estou muito animada para competir. Espero mostrar o que aprendi nesses anos de pr√°ticas”.
No s√°bado (11), a partir das 9h, a programa√ß√£o chega no Parque Santos Dumont, em Boa Viagem, com o atletismo. No mesmo hor√°rio, o Compaz Escritor Ariano Suassuna ser√° palco para as competi√ß√Ķes de bocha, nata√ß√£o e badminton. No Instituto dos Cegos, ser√° a vez do goalball. 
No domingo (12), √ļltimo dia de programa√ß√£o, as atividades tamb√©m acontecer√£o simultaneamente. No Instituto dos Cegos, nas Gra√ßas, ser√° a vez do Fut 5. No Santos Dumont, atletismo e t√™nis de mesa; e no Compaz do Cordeiro o basquete de cadeira de rodas.

Programação

11/08 (s√°bado)
Compaz Escritor Ariano Suassuna, no Cordeiro;
- Bocha, das 8h às 12h;
- Natação, das 14h às 17h;
- Badminton, das 14h √†s 17h 

Parque Santos Dumont, em Boa Viagem
- Atletismo, das 8h √†s 12h e das 14h √†s 17h;

Instituto dos Cegos, nas Graças
- Goalball, das 8h √†s 12h e das 14h √†s 17h;


12/08 (domingo)
Compaz Escritor Ariano Suassuna, no Cordeiro;
- Basquete em cadeira de rodas, das 8h √†s 12h e  das 14h √†s 17h,

Parque Santos Dumont, em Boa Viagem
- Atletismo, das 8h √†s 12h e das 14h √†s 17h;
-  T√™nis de mesa, das 8h √†s 12h

Instituto dos Cegos, nas Graças
- Fut5, das 8h às 12h