23 de ago. de 2019

Força Nacional passa a atuar no município do Paulista a partir do dia 30 de agosto

O municĂ­pio do Paulista, RegiĂŁo Metropolitana do Recife (RMR), estĂĄ prestes a dar mais um importante passo no Ăąmbito da segurança pĂșblica. No dia 30 de agosto, o Governo Federal e a Prefeitura da cidade selam de vez uma parceria que tem como finalidade reduzir a zero o nĂșmero de crimes violentos no territĂłrio do municĂ­pio.

A partir desta data, graças ao programa “Em Frente Brasil”, coordenado pelo MinistĂ©rio da Justiça e Segurança PĂșblica, Paulista terĂĄ a disposição, durante 120 dias, 100 agentes da Força Nacional, profissionais treinados e capacitados nos melhores cursos de segurança pĂșblica do paĂ­s, para  apoiarem nas açÔes de policiamento ostensivo, preservação da ordem pĂșblica e da segurança do cidadĂŁo e do patrimĂŽnio que jĂĄ vĂȘm sendo aplicadas na cidade. 
A escolha de Paulista como a Ășnica cidade do Nordeste para tocar esse projeto piloto de enfrentamento a criminalidade violenta, vem sendo colocada pelos gestores da Secretaria Nacional de Segurança PĂșblica (SENASP), ĂłrgĂŁo que coordena a Força Nacional, como uma forma de reconhecimento ao sĂłlido trabalho de prevenção Ă  violĂȘncia que vem sendo exercido na cidade.
Nos Ășltimos anos, o municĂ­pio adquiriu 66 cĂąmeras de vĂ­deo monitoramento, que estĂŁo espalhadas em pontos estratĂ©gicos da cidade, como as vias que dĂŁo acesso aos principais bairros, praças e logradouros pĂșblicos, alĂ©m da orla da praia do Janga, O investimento do municĂ­pio na tecnologia resultou na diminuição de quase 100% no nĂșmero de investidas criminosas Ă  bancos e estabelecimentos com caixas eletrĂŽnicos que permitem saques bancĂĄrios.
Comparando os anos de 2017 e 2019, a redução no nĂșmero de homicĂ­dios na cidade Ă© bastante significativa, apresentando uma diminuição de 75% de assassinatos. A questĂŁo da prevenção estĂĄ sendo trabalhado tambĂ©m em sala de aula, com o Programa Nacional de ResistĂȘncias Ă s Drogas e ViolĂȘncia (PROERD), que jĂĄ alcançou a marca de 3 mil alunos formados desde o seu lançamento no ano de 2017.
De acordo com o Secretårio de Segurança Cidadã e Defesa Civil do Paulista, Manoel Alencar, um dos grandes responsåveis pela vinda da Força Nacional à Paulista, todos esses fatores pesaram a favor do município no momento em que o Governo Federal escolheu a cidade que seria contemplada com o projeto no Nordeste.
“O esforço da gestĂŁo do prefeito Junior Matuto para garantir uma cidade mais segura ganhou reconhecimento nacional. O apoio do Governo Federal Ă© a prova de que estamos no caminho certo, e vamos continuar assim, desenvolvendo cada vez mais polĂ­ticas de segurança pĂșblica para que a cidade um dia se consolide como referĂȘncia no segmento em todo o Brasil”, destacou.