6 de jan. de 2020

Alunos de três escolas da Jaguarana e Alameda terão aulas em outro espaço até ficar pronta nova escola

Pais e alunos saíram satisfeitos com o encaminhamento dado pela Secretaria de Educação do Paulista em relação às escolas Municipais Edna Marinho e Telma Palmeira, na Jaguarana e Professor Anísio Spínola Teixeira, na Alameda.



Na reunião que aconteceu na manhã desta segunda-feira (06.01), nas dependências das escolas, o prefeito Junior Matuto disse que os alunos destas unidades de ensino serão transferidos e passarão a funcionar no antigo Abrigo dos Idosos, na Rua Luiz Gonzaga, na Jaguarana.

A mudança para o novo espaço objetiva garantir uma infraestrutura  adequada para os alunos enquanto são construídas uma nova escola e uma creche. Com capacidade para 600 pessoas, o prédio cedido pela Arquidiocese de Olinda e Recife vai funcionar no turno da manhã e da tarde, abrigando os 300 estudantes das três instituições. Apesar da mudança de endereço, os alunos não serão prejudicados e o ano letivo terá início dentro do previsto que é no dia 02 de fevereiro.

“O que estamos buscando com essa transferência provisória é garantir a segurança das crianças. Porque se uma criança se acidentar, o prefeito, o secretário e todo corpo técnico é quem vai responder por isso. Então resolvemos colocar esses estudantes num local digno porque o nosso compromisso é com as crianças. O nosso compromisso é não faltar merenda, é continuar com o Olhar Paulista, o nosso compromisso é com o futuro”, afirmou Junior Matuto.

O prefeito ainda aproveitou a oportunidade para tranquilizar os pais sobre a construção de uma nova unidade de ensino na área. “Nós estamos elaborando um projeto e vamos fazer o processo licitatório para que possamos começar as obras de uma nova escola e vocês serão informados sobre o andamento desse processo”.

“Nós tínhamos uma proposta de levar esses alunos para uma escola nova que está sendo construída em Maranguape I, mas entramos em acordo com os pais em manter os alunos no mesmo bairro até que a situação seja resolvida. Então o prefeito viabilizou esse espaço com a Arquidiocese e nós estamos transferindo esses alunos para esse abrigo que tem um espaço de convivência, 15 salas. E a ideia é abrir mais vagas para os alunos novatos”, enfatizou o secretário de Educação Carlos Júnior.

Presente à reunião, a dona de casa Maria José Lopes, que tem um filho que estuda na Escola Municipal Edna Marinho, disse que estava satisfeita com a mudança. “Eu gostei da transferência para o abrigo porque o lugar tem um espaço para as crianças brincarem, é mais arejado e continua no nosso bairro, perto de casa”.

A reunião contou ainda com a participação do Chefe de Gabinete Francisco Padilha, representantes do Conselho Escolar e lideranças comunitárias.