22 de mai. de 2020

Campanha Pernambuco Solidário distribui cestas básicas para instituições LGBT

As cestas sĂŁo encaminhadas para entidades que atendem pessoas transexuais e travestis, grupos identificados como mais vulneráveis do segmento LGBT durante o perĂ­odo isolamento social 

 

A Campanha Pernambuco Solidário segue distribuindo cestas básicas de alimentos para a população. Desta vez, 120 unidades foram encaminhadas para instituições que atendem a  pessoas transexuais e travestis. A distribuição foi dividida em duas etapas e a primeira delas aconteceu na Ăşltima quinta-feira (21). Foram 75 unidades entregues para trĂŞs entidades pernambucanas: Articulação e Movimento para Travestis e Transexuais de Pernambuco (Amotrans-PE), Grupo de Cidadania Homossexuais de Pernambuco (GCHP) e Grupo de Trabalhos em Prevenção Posithivo (GTP+). A segunda etapa acontece na prĂłxima segunda-feira (25).

 

A ação, coordenada pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ), acontece desde o começo das medidas de isolamento social definidas pelo Governo do Estado. O secretário da SDSCJ, Sileno Guedes, destaca que o objetivo da campanha Ă© atender a população mais vulnerável do Estado. “Estamos trabalhando para que essas pessoas passem por esse perĂ­odo de crise abastecidos de alimento, com acesso a itens de higiene e reduzindo a possibilidade de contágio e transmissĂŁo do coronavĂ­rus. Nossa ideia Ă© atender os mais variados segmentos. Já levamos essas cestas para pessoas com deficiĂŞncia, comunidades quilombolas, motoristas de aplicativo, casas de acolhimento de crianças e idosos, entre outros”, pontuou o gestor. 

 

De acordo com a coordenadora estadual de PolĂ­ticas LGBT, Poliny Aguiar, dentro do segmento LGBT, foi identificado que as pessoas transexuais e travestis estĂŁo na linha de frente da vulnerabilidade. “Principalmente, as mulheres trans, pois muitas delas trabalham diretamente com a prostituição e a maioria nĂŁo está inserida no Cadastro Ăšnico da AssistĂŞncia Social. Pensando nisso, buscamos instituições que trabalhassem diretamente com esse pĂşblico para receber as cestas básicas e direcioná-las para as pessoas do grupo que estĂŁo precisando”, destacou. 

 

A presidente da AMOTRANS, Chopelly Glaudystton, ressaltou a importância do apoio do Governo do Estado nesse momento e do fortalecimento da rede de apoio Ă s pessoas transexuais e travestis em Pernambuco. “As cestas serĂŁo distribuĂ­das Ă s meninas trans que sĂŁo nossas afiliadas e estĂŁo passando por necessidade. Agradecemos pelas doações e pelo apoio enquanto rede de proteção e de construção de polĂ­ticas pĂşblicas”, afirmou. 

 

SOLIDARIEDADE - Para atender a população LGBT em situação de vulnerabilidade, a Coordenadoria estadual de Políticas LGBT se junta à campanha de arrecadação de alimentos não perecíveis e materiais de higiene promovida pela Organização dos Advogados do Brasil em Pernambuco (OAB-PE), com o apoio da Uninabuco. Para doar, os interessados podem levar os donativos até o prédio da instituição de ensino, na Avenida Guararapes, 233, Centro, de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h.

 

BALANÇO - A Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude segue recebendo doações de entidades, Organizações NĂŁo Governamentais e condomĂ­nios para campanha Pernambuco Solidário. O material arrecadado segue para o galpĂŁo disponibilizado pelo Ceasa para a montagem das cestas básicas. AtĂ© o momento, foram arrecadados 48.117 quilos de alimentos, 231.606 de itens de limpeza e 2.080,5 litros de água. 

 

A SDSCJ oferece coletas em domicílio para contribuições de, no mínimo, 50 kg ou 50 litros de água. Para marcar data e horário da entrega das doações, as instituições devem entrar em contato com a Ouvidoria Social através do número 0800 081 4421 , (81) 3183-3055, ou pelo Whatsapp (81) 98494 1969, das 9h às 16h, ou pelo e-mail pesolidario.covid19@gmail.com. Em caso de pequenas doações, o ponto de entrega é na sede da SDSCJ, que fica na Av. Cruz Cabugá, 665 - Santo Amaro. Já as empresas, indústria e comércio que quiserem doar poderão entregar no Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco (CEASA), na BR 101 Sul, Km 70, Nº 550, Curado, Recife.