Pensar que subúrbio de Olinda só tem problema na época das chuvas é um engano, em caminhada pelo bairro de Aguazinha, em pleno verão, é possível encontrar moradores da localidade numa situação lamentável. O candidato à Prefeitura de Olinda, Guto Santa Cruz, esteve na tarde desta quinta-feira (22), na região e encontrou completo abandono da gestão atual. Muito lixo, esgoto correndo na porta das pessoas e mais uma infinidade de problemas.


O casal Carlos Antônio Nascimento e Rosângela Nogueira, moradora da Rua Melânia há mais 35 anos informou que a convivência com o abandono e a falta de saneamento básico custou a vida do seu irmão, falecido em 2014, vítima de leptospirose. "Meu irmão não foi o único a perder a vida por causa da quantidade de ratos e desse esgoto que entra nas casas quanto chove, muita gente adoece. Somos uma área descoberta pela saúde municipal, não temos agentes de saúde e UPA só na Tabajara, somos invisíveis aqui", lamenta.


Jurandir Martins da Silva,de 62 anos, nascido e criado em Aguazinha, diz que para os gestores municipais Olinda  é só orla e Sítio Histórico, pois nada é feito de melhorias no subúrbio. “Ninguém nunca fez nada aqui, na época de campanha de Luciana, ela parecia uma pastora prometendo fazer coisas aqui e nunca fez nada. Fico na calçada e vejo motoqueiro caindo na vala aberta, idoso escorregando nessa ladeira e durante as chuvas é o povo perdendo tudo. O povo vai ser burro se votar nos políticos que já estiveram no poder e nunca ajudaram ninguém”. 


Na comunidade do Sítio dos 90, o candidato conversou com a moradora Jailsa Lauriano de Lima,que estava cuidando da irmã que tinha sido picada por um escorpião. Os córregos que correm tanto na frente, quanto na parte de trás da residência, estão assoreados e o lixo se acumula na porta da casa. “Quem limpa essas valas são os moradores, não há coleta de lixo e os ratos e escorpiões entram em todas as casas. Quando chove o esgoto vira um rio e a gente tem que andar dentro dessa água com fezes”. No entanto, Jailsa não perde a fé e disse a Guto “um dia sei que esse sofrimento vai passar, quero mudança e vou votar no senhor”.


Para o candidato, a realidade encontrada na comunidade é o retrato da incompetência da atual gestão, mas também do abandono de décadas. “Para o saneamento básico na cidade, o prefeito não investiu ao menos o que estava aprovado e dotado para ser gasto em 2020, o que mostra a falta de compromisso com a população mais carente. A partir de janeiro eu vou pegar esse dinheiro e vou fazer”, promete.


Foto: Divulgação.