O candidato do MDB realizou uma grande coletiva de imprensa para apresentar seus novos 
apoiadores para o segundo turno.

O segundo turno das eleições do Paulista vem com grandes apoios para o candidato a prefeito do MDB. Yves Ribeiro se uniu a partidos e figuras políticas de expressão significativa para compor sua chapa. Por essa razão o prefeiturável convocou a imprensa local para anunciar as contribuições e apoio dos seguintes partidos: PDT, Republicanos, MDB, PV, DEM e Rede.

Diversos profissionais da imprensa fizeram perguntas para o candidato a respeito do segundo turno. Yves disse que manterá seu plano de governo, porém a partir de agora unirá forças com outros representantes que anseiam pela melhoria da cidade e que tenham propostas condizentes com as suas. “Em nome da minha história quero agradecer aos homens e mulheres que aqui estão e ao povo do Paulista que acreditam em mim.” Declarou emocionado.

Alemão (Rede) foi um dos candidatos a prefeito da cidade, recebendo aproximadamente 8679 votos. Alemão declarou de forma assídua total apoio a candidatura de Yves para o segundo turno e deixou um recado explicando para a população o motivo de sua escolha. “Se você (Yves) fosse prefeito da nossa cidade, eu sei que ela teria avançado muito mais.” Alemão ainda disse confiar que Yves terá compromisso com o cidadão, ao contrário dessa gestão.

O representante político do partido DEM (Democratas) Zé Ronaldo, optou pelo apoio a Yves declarando que não poderia de forma alguma dar assistência ao outro lado. Para ele, neste momento não tem coloração partidária, e sim, o sentimento de cidade e disse que o povo já decidiu. “ O que a gente vem trazer para você Yves é o sentimento de solidariedade de quem foi pra rua e o prestígio político de quem faz política na cidade.” Disse o apoiador.

Nildo soldado (PT) atual vereador do Paulista pelo 2° mandato, também declarou apoio a Yves e parabenizou a frente de apoio ao candidato. Nildo falou que essa é uma frente democrática, por conta dos diversos partidos e representantes políticos que a compõem. O vereador acredita e confia que Paulista voltará a ser feliz a partir do dia 30 de novembro.

“A grande maioria do Partido dos Trabalhadores acredita nessa frente.” Falou. O ex-vereador Carlos Francisco Piroca (DEM), manifestou contribuição e apoio a Yves. O comerciante da cidade declarou que as atitudes tomadas pela atual gestão ainda dói em seu coração. João Mendonça (PCdo B) que também foi vereador da cidade, afirmou mais uma vez seu apoio à candidatura de Yves. Ambos convocaram os cidadãos paulistenses a votar e acreditar na gestão do candidato emedebista.

Pedro Marinho do PL (Partido liberal) em seu momento de fala expôs que sempre acompanhou e admirou o trabalho de Yves. O vereador disse que ao contrário dessa gestão que atua de forma ríspida, Yves tratará Paulista com o carinho que a cidade merece. Aluisio Camilo do PT afirmou que dia 29 de novembro essa cidade voltará para o rumo certo. “O atual gestor lida com o povo como se fosse um ditador. Essa cidade é dos trabalhadores que ajudam a construí-la diariamente.” Expressou Aluísio.

Representando o PT, também estava Marcão, que disse acreditar que os números do primeiro turno deram um recado muito claro. “O povo de Paulista não quer mais incompetência, descaso, mentira e principalmente corrupção.” E continuou dizendo que o PT sempre esteve do lado do povo, e jamais se ausentaria dessa luta. “ Precisamos eleger a única pessoa que pode tirar Paulista dessa sujeira. Só Yves Ribeiro pode fazer isso”.

O apoiador de Yves, Edson Cesario (PDT) agradeceu a ótima recepção que recebeu de cada um da chapa. Edson falou que é necessário arregaçar as mangas para de fato haver mudanças na cidade. E disse que tem autorização partidária para apoiar a candidatura do emedebista. O ex-vereador do Paulista Glauco Cazé alegou ter muito orgulho de seu trabalho na gestão de Yves, pois aprendeu muito com o candidato. Glauco expôs que vai lutar e buscar votos para que Yves saia vencedor nesse segundo turno.

O representante do PMN declarou que o opositor de Yves não é diferente, ele é mais do mesmo, para ele, se o povo quer uma real mudança é necessário votar em Yves Ribeiro. Além dos representantes partidários, o vereador Dr. Vinicius disse se envergonhar dessa gestão e acredita que não há outra chance para Paulista ser feliz se não for com Yves na gestão. “Precisamos tirar essa corja da nossa cidade, a corrupção precisa ser varrida do nosso município." Afirmou Vinicius.

Jorge Carreiro, atual presidente do PV (Partido Verde) disse estar decepcionado com o rumo que Paulista vem tomando. Jorge declarou que Yves chega no segundo turno com mais força, por contar com lideranças tão representativas. “ Yves é a maior liderança popular do estado de Pernambuco. E hoje ele recebe lideranças de peito, honrosas e corajosas.”

O candidato a vice-prefeito Dido Vieira sente que o desejo de mudança que antes estava apenas em alguns corações se espalhou para a tropa que agora os apoia. “ Parabéns a todos que trabalharam no primeiro turno, mas não vamos desanimar, o trabalho formiguinha precisa continuar, e vamos concretizar nosso sonho dia 29. Yves é um homem ficha limpa, sério e honesto. Ele é meu pai político." Declarou Dido.

No decorrer da coletiva, alguns jornalistas fizeram perguntas via internet, através do Google Meet. Dentre as respostas, Yves disse que a principal estratégia para o segundo turno estava sentada na mesa com ele, sendo eles os apoiadores de frentes políticas que agora compõem sua chapa. O candidato a prefeito disse que a maior motivação desse ajuntamento de força, se dá por um objetivo que todos têm em comum, que é a extinção da corrupção na prefeitura.

Encerrando a coletiva, Yves agradeceu ao apoio que vem recebendo nos quatro cantos da cidade e disse se sentir honrado por ter o prazer do apoio de pessoas tão honestas que respeitam o povo. Yves demonstrou que unirá esses esforços pelo bem da cidade e trabalhará pelo povo como sempre fez. “ Por isso, tenho em minha história grandes prêmios honrosos. Fui eleito prefeito empreendedor e ministrei palestras em diversos países do mundo. Eu sempre trabalhei com o povo, e dessa vez não será diferente.” Encerrou Yves.