header ads header adsheader ads

Servidores protestam por falta de pagamento na Prefeitura de Abreu e Lima



O professor Davi Rodrigues, 29, no microfone, protesta e reclama do descaso da prefeitura. Foto de hoje (16.12)/Divulgação. 


Na manhã dessa quarta-feira (16.12), pela terceira vez os funcionários da Prefeitura de Abreu e Lima, comissionados e de seleção simplificada, reivindicaram a falta de pagamento do mês de novembro.

Os servidores foram exonerados no final do mês passado, mas cumpriram expediente normalmente, sendo o motivo maior do protesto realizado hoje em frente à Prefeitura. O primeiro foi na semana passada, o segundo na segunda-feira (14.12).

Segundo os integrantes da mobilização, caso a situação não seja solucionada,  irão protestar pela quarta vez na próxima sexta-feira (18.12). 

São cobrados o pagamento do mês de novembro, rescisão de trabalho, férias e 13º salário.

Foto de segunda-feira (14.12)/ Divulgação.

Na imagem acima, Nielly Lima, 28, e João Victor, 27, fazem parte da organização do protesto. Eles criticam que os trabalhadores, inclusive eles, não receberam o salário do mês de novembro. Segundo eles, os trabalhadores foram exonerados deixando inúmeras famílias desesperadas. "E agora? Como será o natal dessas famílias?", disse Nielly. 

Foto de segunda-feira (14.12)/ Divulgação.

O servidor Eguinaldo Ferreira, lotado por seleção simplificada, critica a falta do pagamento de novembro e informa que o contrato vence no próximo ano. Ele foi pego de surpresa e solicita uma resposta do órgão. Caso não consiga a recondução do cargo de encanador, Eguinaldo pede o pagamento de suas férias e 13o salário.

A Polícia Militar esteve presente garantindo a segurança dos integrantes do protesto e população, mas o movimento desde a sua primeira mobilização é pacífico. 

Imagem de segunda-feira (16.12)/ Divulgação. 

O Corpo de Bombeiros no final apagou o fogo, feito para parar o movimento dos carros na BR-101, em Abreu e Lima, sentido Igarassu.   Confira a imagem de segunda-feira (14.12). 


Imprensa
Na segunda-feira (14.12), a notícia repercutiu na TV Jornal/SBT, no programa de Cardinot. Hoje, quarta-feira (16.12), foi no Balanço Geral, na TV Clube/Record.


Nota da Prefeitura (16.12.2020)

Segundo a TV Clube, no Balanço Geral, a Prefeitura precisou fazer uma readequação de cargos comissionados para atender a Lei de Responsabilidade Fiscal e entregar o município ao próximo gestor sem contas. Sobre os salários atrasados, o prefeito Marcos José alega que não recebeu o repasse para quitar os débitos. 


Postar um comentário

0 Comentários

header ads header adsheader ads